Visão do Kardecismo sobre o Veganismo

Posted: 27/06/2011 in *** Todos ***, Religião e Espiritualidade

Cada um tem livre arbítrio para tomar suas decisões, inclusive na hora de escolher o alimento que vai colocar em seu prato ou na hora de fazer suas compras, escolher ou não produtos que foram são provenientes dos animais ou foram testados nos mesmos. De acordo com nosso código de conduta do coração, julgar se deve se esquivar de qualquer culpa ou não.

A reflexão que fica é: temos agido corretamente com as espécies que dividem o planeta conosco? Até onde se tem o direito de usar irmãos de outras espécies em benefício próprio? Os animais são nossos para vestir, comer ou fazer experiências? Independente das respostas, fato é que eles sentem dor, medo e fome, e têm o mesmo interesse em viver que qualquer ser humano.

Perante o Universo os animais estão sob nossa tutela, e seria de bom senso ético auxilia-los na jornada de sua evolução, mas o que fazemos na maioria das vezes é exatamente o contrário: exploramos e torturamos.

Enquanto espíritas entendemos que os animais são dotados do princípio inteligente divino. Conceito diferente de outras instituições que dizem que os animais não têm alma (assim como essas outras instituições já disseram no passado que: mulher, índios ou negros não tinham alma, fato hoje que qualquer um concorda ser um absurdo).

Avançamos bastante em nossa ética humana, quando a sociedade vem aprendendo a conviver com as demais raças, crenças e diferentes orientações sexuais. Mas e quanto as demais espécies de seres sencientes ( que possuem sistema nervoso central desenvolvido )? Estas sub-julgamos ser uma vida sem valor, que existem para serem usadas e exploradas não nos importando se possuem sentimentos, se criam laços de família ou se possuem interesse em viver. Mas isso pode ser um grande engano. Como disse Olympia Salete: “ A vida é Valor Absoluto. Não existe vida menor ou maior, inferior ou superior. Engana-se quem subjuga um animal ou alimenta-se de sua carne,  por julga-lo um ser inferior. Diante da consciência que abriga a essência da vida, o crime é o mesmo.”

E podemos falar nas conseqüências da pecuária, que esta devastando a natureza deste planeta (a maior devastação das florestas é para se produzir grãos e pastos que se originam aos animais de abate e não à humanos. Também falar na poluição que essa criação industrial causa. E por último na questão da saúde: todos os hormônios e antibióticos que os animais recebem acabam indo parar no leite, ovos e carne que ingerimos (nesta última ainda se aplicam nitratos para sua conservação). Estes detalhes podem ser os responsáveis por muitas doenças e obesidade .

Alguns espíritas justificam seu comportamento ressalvando a questão 723 do livro dos espíritos, que argumenta que a carne nutre a carne e é necessária para ser forte. Mas não nos esqueçamos: “Espiritismo é fé raciocinada”. Um cavalo, um elefante, um gorila, um boi (entre tantos outros) são animais herbívoros e são demasiadamente fortes e bem nutridos. O livro dos espíritos tem mais de um século de existência e com certeza na época em que foi escrito, não havia condições de se radicalizar de maneira brusca as crenças e costumes de um povo que se encontrava descrente de muitas coisas. E quando perguntado aos espíritos em outra questão, a 724, se havia alguma validade em se tornar vegetariano, a resposta foi que sim, que era um ato meritório.

A espiritualidade soube ser sutil e Alan Kardec foi muito sóbrio quando disse que sua obra não estava completa e haveriam novos aprendizados a humanidade.

Lembremo-nos: Jesus ensinou sobre a compaixão e seus exemplos sempre foram embasados na paz e no amor entre todos os irmãos. Mas muitos de nós não nos importamos com os sofrimentos impostos aos animais, seja na alimentação ou nos testes de laboratório, e acreditamos que os animais existem para uso e exploração.

Não seria este um egoísmo humano a ser vencido? Não seria uma incoerência nossa pedir a paz e ao mesmo tempo patrocinar a violência todos os dias ao escolher o que vamos comer em nosso prato? Haverá repercussão disso em nossas vidas e na energia do planeta?

“Bem-aventurados os misericordiosos, porque ele alcançarão misericórdia.” Jesus falou sobre termos misericórdia. Temos misericórdia dos seres sencientes que sofrem tanto como nós e a esta hora estão na fila do matadouro tentando desesperadamente escapar do abate? E que muitas vezes são esquartejados ou mergulhados em água fervente ainda vivos? Basta investigarmos como é “fabricada” a carne, os ovos e o leite, para que tenhamos um visão diferente do assunto e lembremos das palavras do mestre.

Há espécies de animais que impressionam ao serem estudadas pela inteligência, nobreza de seu comportamento e instinto pacífico. Se fôssemos comparar tais espécies com a raça humana, poderíamos ficar em duvida de qual espécie é mais evoluída, vide o comportamento de alguns espíritos em dias atuais.

O que nos torna humanos? Em qual momento isso acontece? Qual adjetivo nos qualifica como mais evoluídos que as outras espécies?

No decorrer dos tempos o código de conduta da humanidade vem se aperfeiçoando tentando se aproximar cada vez mais de valores Universais ou como dito pelos espiritualistas: Valores de uma Ética Cósmica;

Muitos de nós agimos seguindo os costumes. Não evidenciamos a normal ternura humana que todos possuímos. No contexto aqui exposto, não condiz com o sentimento humano, ver um animal sofrer e ficar indiferente (ou pelo menos, não deveria ser assim). E no momento que vamos fazer nossas refeições deveríamos ponderar sobre uma simples questão: “o que é mais importante? o desejo do estômago? ou o sentimento de misericórdia? ”

Evoluímos passo a passo. A Ética da humanidade tende a se aperfeiçoar rumo a fraternidade maior e é provável, um dia olharemos nossos irmãozinhos com outros olhos.

Vladimir Vegan

Anúncios
Comentários
  1. Lígia diz:

    São com esses tipos de ‘posts’ que eu construo a base da minha mais importante decisão já tomada: Ser vegana!

    Obrigada!

  2. Lígia, escrevemos isso para uma palestra no centro espiritualista. Havia cerca de 300 pessoas. Foi um dia emocionante. Não é fácil ser vegan@, ainda mais no nosso país, onde não existem ainda muitas opções de marcas e produtos para nós. Mas quando houver mais veganos, tenho certeza que as coisas serão mais fáceis. Todavia, desde já podemos seguir tranquilos o nosso caminho, ao lembrar que, com relação aos animais, tomamos a atitude que é a certa. Abç;

  3. Magno diz:

    Claro que a forma com a qual os animais de corte são criados e abatidos é, no mínimo, desumana, pois, pela gânancia em ter mais e mais, os empresários da área não investem o necessário em infra-estrutura e recursos humanos em seus abatedouros, a fim de evitar o flagelo animal que vemos. Mas, colocando isso a parte, surge a pergunta: Qual a razão da existêcia dos animais em nosso mundo tão “harmônico”, seriam apenas para nossa apreciação, já que vivemos no “Jardim do Édem” mesmo?

    Por outro lado, o que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem. Pois, tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora. Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem.
    Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, fornicação, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.

  4. Eucana Moreira diz:

    Eu hoje, 10 de abril assisti uma entrevista de uma moca, no SBT, programa Danilo Gentili. Ela e representante e credora do veganismo. Tentou explicar as pessoas sobre essa pratica, mas realmente senti que a sociedade ainda esta muito atrasada para aceitar essa verdade, esse conhecimento. Temos uma forte influencia da cultura do consumo da carne, onde prigina diversas doencas inexplicáveis. Eu sempre tive uma intuicao que ser vegetariano ou veganista sempre foi a melhor opção para equilíbrio fisico, mental e espiritual. Estou tentando adotar a pratica veganista.

  5. Cris Acosta diz:

    Esse texto era tudo o que eu precisava ler,agradeço a Deus por me guiar até ele. Obrigado

  6. Ivanir de Oliveira Campos diz:

    Muito bom, continuemos na reflexão; sou ovolactovegetariana,por intermédio de um vegana, a 2 anos, todavia, serei vegana, se Deus quiser! Deus nos abençoe sempre!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s